19 setembro 2023

Locações comerciais no futuro: como serão os espaços inteligentes

Tecnologia | Tendências
Locações comerciais no futuro: como serão os espaços inteligentes

A tecnologia contribui para tornar as locações comerciais mais eficientes e alinhadas às novas exigências das empresas em relação à sustentabilidade, à adoção de dados e à retenção de talentos

O mercado de locações comerciais está passando por uma revolução, impulsionada pelo avanço da tecnologia. De forma paulatina, os espaços de trabalho tradicionais estão sendo substituídos por ambientes inteligentes e altamente funcionais, que oferecem uma série de benefícios, incluindo aumento de eficiência, de produtividade e de conforto ao mesmo tempo em que se reduzem os custos.

Da adoção de sensores que monitoram o consumo de energia a automação via Internet das Coisas, que desligam luzes e ajustam dispositivos dependendo do movimento em um espaço, independentemente de ser uma sala comercial, uma laje corporativa ou um strip mall. O principal objetivo é se tornar mais eficiente sem prejudicar o atendimento prestado aos clientes ou a estrutura fornecida aos colaboradores.

Não é novidade que, na medida em que a tecnologia continua a evoluir, podemos esperar ver ainda mais inovações, criando uma verdadeira revolução e modificando as locações comerciais no futuro.

Locações comerciais no futuro: revolução das principais tendências

É de se esperar transformações do ambiente corporativo em algumas tendências já identificadas, como veremos a seguir:

1) Sensores para otimizar o uso de energia – Esses dispositivos conseguem monitorar o consumo de energia em tempo real, identificando oportunidades de aumento de eficiência. Por exemplo, eles podem ser usados para desligar as luzes em salas desocupadas ou ajustar a temperatura do ar-condicionado de acordo com a ocupação do espaço e das condições climáticas.

2) A evolução da tecnologia – Internet das Coisas (IOT, na sigla em inglês), realidade aumentada e realidade virtual aparecem em destaque entre as tecnologias da revolução das locações comerciais.

A IoT se aproveita destes sensores instalados nas salas comerciais para coletar dados sobre o uso dos espaços. Com isso, torna-se mais simples criar um histórico e fazer automações relativas ao consumo de energia, do funcionamento de equipamentos, visando a sua aplicação da maneira mais eficaz possível.

A realidade aumentada (RA) e a realidade virtual (RV) também estão sendo aplicadas para projetar e visualizar espaços comerciais antes da locação, considerando, inclusive, o conceito de neuroarquitetura. Enquanto a RA permite que os locatários visualizem como um espaço seria usado em tempo real, a RV permite uma experiência imersiva visando experimentar o ambiente.

3) Sustentabilidade – Os dois itens anteriores contribuem na busca por mais sustentabilidade. No contexto de locações comerciais, o principal aspecto está na escolha do edifício por parte das organizações, dando preferência àqueles com certificações corporativas.

A busca por mais eficiência está sendo feita por empresas de todos os portes por questões de ESG. As de grande porte conseguem ingressar no mercado livre de energia, conforme explicamos neste artigo. Outra possibilidade é a integração de painéis solares e de turbinas eólicas, aproveitando os benefícios e a geração energética provenientes das fontes renováveis.

4) Customização – A evolução do uso dos dados aumentou a expectativa de personalização de produtos e de necessidades. Dessa forma, torna-se mais simples adaptar e personalizar ambientes, da mesma forma que se faz com os dispositivos, adequando-os às demandas de cada função ou pessoa, como no caso do outsourcing de computadores e de outros dispositivos.

5) Segurança e privacidade de dados – Toda essa digitalização de informações leva a uma necessidade de investimentos em segurança e na garantia da confidencialidade de dados. Com a coleta massiva de dados por sensores e sistemas de IoT, as empresas devem garantir a proteção de informações contra ameaças cibernéticas, além de preservar a privacidade de colaboradores, clientes e fornecedores.

Nesse contexto, o desafio está em seguir as obrigações previstas pela legislação, caso da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

O foco das empresas está em, além de melhorar a eficiência e a produtividade interna, garantir mais autonomia para as pessoas, especialmente com a dinâmica de trabalho que se construiu após a pandemia.

Além de certificados de sustentabilidade, os edifícios da Víncere Locações oferecem o serviço de um concierge e o Víncere Vantagens, um clube de benefícios que conta com mais de 40 parceiros.

Se o seu negócio está em busca do futuro das locações comerciais, venha conversar conosco e conheça nossos imóveis disponíveis!

Posts Relacionados

Work-life balance: saiba a importância de se ter
17 junho 2024

Work-life balance: saiba a importância de se ter

Termo em inglês se refere ao equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal para os colaboradores de empresas,...

LEIA MAIS Seta
Como será o mercado de trabalho em 2030?
10 junho 2024

Como será o mercado de trabalho em 2030?

Listamos 7 características que devem ser importantes para as profissionais atraírem o olhar das empresas, considerando a evolução da...

LEIA MAIS Seta
Como montar um escritório confortável e eficiente?
03 junho 2024

Como montar um escritório confortável e eficiente?

Um escritório confortável deve ser focado na produtividade e no bom rendimento dos colaboradores, sem deixar de lado a...

LEIA MAIS Seta

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você estará de acordo com as condições.