17 fevereiro 2023

Quais as diferenças entre hard skills e soft skills?

Gerenciamento de equipes | Tecnologia | Tendências
Quais as diferenças entre hard skills e soft skills?

Um profissional valorizado pelo mercado consegue mesclar as habilidades técnicas e as comportamentais, o que se convencionou chamar de hard skills e soft skills

Uma oportunidade de trabalho em uma empresa requer um perfil de profissional para atingir tanto suas habilidades técnicas quanto as comportamentais. Estes dois termos representam, respectivamente, as hard skills e soft skills, em linha com a nomenclatura que passou a ser usada no mercado de trabalho – o RH 4.0, aliás, foi um termo recente do nosso blog.

Vamos entender o que significam as hard skills e soft skills?

Hard skills 

Estamos falando de habilidades específicas e técnicas, que podem ser ensinadas e mensuradas. Algumas tradicionalmente exigidas em processos seletivos são: graduação, cursos técnicos, mestrado ou doutorado, especializações, domínio de língua estrangeira, conhecimento de softwares, entre outros.

As hard skills permitem aos selecionadores fazerem uma avaliação objetiva baseada em critérios puramente técnicos e que podem ser comprovadas pelo candidato em provas ou em exames.

No novo contexto de home office, trabalho e ensino a distância, as organizações também valorizam muito a realização de cursos livres, visto que, por vezes, abarcam conhecimentos de áreas que os cursos tradicionais ainda são incapazes de oferecer por questões técnicas e burocráticas.

Soft skills 

Como mencionamos no início do artigo, as soft skills são as habilidades relacionadas a traços de personalidade e característica do profissional. Ao contrário do conhecimento em língua, graduação ou cursos livres, sua mensuração não é objetiva, por mais que o setor de recursos humanos invente abordagens para tal.

Em geral, avalia-se que essas habilidades não são ensináveis – o que não necessariamente é verdade. Algumas das capacidades mais exigidas são: habilidade de escuta, aptidão para comunicação, criatividade, liderança, trabalho em equipe, resiliência, empatia, entre outras.

Uma das grandes tendências do universo corporativo para 2023 é justamente a valorização das soft skills. Notou-se que os conhecimentos técnicos são mais fáceis de serem assimilados pelas pessoas, enquanto o aprendizado de habilidades comportamentais é mais complexo. Por isso, por vezes, as empresas decidem por profissionais com um perfil mais alinhado, optando por uma futura capacitação técnica.

A mescla de hard skills e soft skills

O profissional ideal e desejado pela maioria das empresas é aquele capaz de mesclar as hard skills e soft skills. Nesse caso, trata-se de alguém com profundo conhecimento técnico, mas que, ao mesmo tempo, tem a personalidade adequada para a sua função, seja em um cargo de liderança ou de circular entre diferentes departamentos.

Sim, o que as empresas buscam em seus colaboradores não é mais puramente a habilidade técnica. Em muitos casos, as soluções tecnológicas já são padronizadas dentro de um segmento e, cada vez mais, as plataformas se tornam mais amigáveis e intuitivas.

Ou seja, o dever de um colaborador é ser capaz de aplicar a criatividade e a inovação de modo a encontrar outras soluções ou abordagens para problemas ou dificuldades vividas pelas empresas.

No mundo atual, há novas exigências e demandas por parte das empresas. Uma das mais recorrentes é exercer a liderança em meio ao contexto de trabalho híbrido, o que se tornou um verdadeiro desafio para os negócios. A mesma lógica se aplica em relação a várias novas demandas das organizações:

7 soft skills muito buscadas

Há algumas capacidades interpessoais muito buscadas pelas organizações. É possível mencionar algumas delas que se destacam na maioria dos ramos de atuação:

1 – Liderança

É preciso se antecipar às dificuldades futuras e antever eventuais obstáculos, acelerando a evolução de projetos. Este profissional deve conseguir integrar pessoas de diferentes perfis e habilidades em prol de um objetivo comum.

2 – Capacidade de se comunicar

O bom profissional sabe que comunicação se trata do que o outro entende e não do que necessariamente é dito. Por isso, é importante transmitir comandos e orientações de forma eficiente e ágil, seja no trato pessoal ou por escrito.

3 – Escuta

É um ponto fundamental da rotina de trabalho. Saber ouvir é um elemento essencial da capacidade de se comunicar e de encontrar soluções, pois auxilia a compreender o problema e superar os obstáculos. Esses dois itens são fundamentais para o trabalho em equipe.

4 – Visão abrangente

Em um mundo cada vez mais especializado, os profissionais capazes de circular entre vários setores e buscar novas abordagens são cada vez mais valorizados. Isso se torna ainda mais importante com a existência de dados e a possibilidade de obter insights variados.

5 – Adaptabilidade e flexibilidade

Trata-se da capacidade de se integrar às novas circunstâncias e exigências. No mundo atual, esta capacidade de ser flexível é a garantia de sucesso das organizações.

6 – Gestão do tempo

Parece fácil, mas não é. Muitos profissionais se perdem na administração das prioridades do dia a dia.

7 – Atenção ao detalhe

No mundo integrado da tecnologia, pequenos equívocos podem gerar consequências tremendas. Por isso, é fundamental que o profissional tenha atenção a cada minúcia de suas tarefas.

Conseguiu entender a diferença entre hard skills e soft skills? Sua organização está preparada para acertar no alvo nas contratações dos profissionais?

Conheça os espaços disponíveis para locação nos empreendimentos da Víncere Locações:

World Business

Neo Corporate

JG1698

Posts Relacionados

Work-life balance: saiba a importância de se ter
17 junho 2024

Work-life balance: saiba a importância de se ter

Termo em inglês se refere ao equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal para os colaboradores de empresas,...

LEIA MAIS Seta
Como será o mercado de trabalho em 2030?
10 junho 2024

Como será o mercado de trabalho em 2030?

Listamos 7 características que devem ser importantes para as profissionais atraírem o olhar das empresas, considerando a evolução da...

LEIA MAIS Seta
Como montar um escritório confortável e eficiente?
03 junho 2024

Como montar um escritório confortável e eficiente?

Um escritório confortável deve ser focado na produtividade e no bom rendimento dos colaboradores, sem deixar de lado a...

LEIA MAIS Seta

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você estará de acordo com as condições.