17 outubro 2022

Onde estão os edifícios com certificação LEED no Brasil?

Curiosidades | Geral | Tecnologia | Tendências
Onde estão os edifícios com certificação LEED no Brasil?

Os edifícios com certificações Leed no Brasil se concentram em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba que lideram o ranking de construções sustentáveis no país

O Brasil é o quinto país do mundo em edifícios com certificação LEED, de acordo com o anuário do Green Building Council(GBC). São mais de 1,8 mil edificações em processo ou que já obtiveram os diferentes selos possíveis: “LEED”, “LEED Silver”, “LEED Gold” e “LEED Platinum”, conforme o nível de pontuação obtido nos critérios avaliados.

Conforme explicamos neste artigo, essa certificação significa vantagens sociais e ambientais, como, por exemplo: redução média de 25% em consumo de energia; queda de 40% a 60% no uso de água; diminuição de 80% do que é despejado em aterros sanitários; e melhora de 8 a 11% na produtividade dos colaboradores.

Não à toa, muitas organizações estão buscando esse tipo de confirmação para desenvolver suas estratégias de ESG, sigla que representa boas práticas nos meios social, ambiental e em governança. É um caminho para garantir a mensuração das iniciativas adotadas em prol da mitigação dos impactos sociais e ambientais causados em termos de ocupação dos escritórios.

Parte deste interesse se deve ao aumento da circulação de recursos para empresas ambientalmente responsáveis. De acordo com o relatório Global Sustainable Investment Review (GSIR), o aporte de recursos em ESG atingiu US$ 35,3 trilhões, registrando um crescimento de 15% em dois anos, considerando apenas os Estados Unidos, Japão, Austrália, Ásia e Europa. Trata-se de um movimento global que também engloba o Brasil e a América Latina.

Certificação LEED no Brasil

É possível perceber que a maioria dos edifícios já certificados estão nas regiões Sudeste e Sul, conforme a tabela divulgada pelo GBC. As três principais cidades com o maior volume são:

– São Paulo, com 284 edificações;

– Rio de Janeiro, com 79;

– Curitiba, com 35.

Quando se consideram também os edifícios em processo para obter a certificação LEED no Brasil, a lógica segue entre as três principais cidades do país, mas é possível perceber que esse movimento está se expandindo para outros municípios e regiões, como a Centro-Oeste e Nordeste:

– São Paulo, 577 edifícios.

– Rio de Janeiro, 138.

– Curitiba, 58.

– Brasília, 39.

– Campinas, 29.

– Barueri, 28.

– Porto Alegre, 27.

– Fortaleza, 22.

– Belo Horizonte e Guarulhos, com 21.

Um padrão global

Um dos aspectos que amplia os benefícios da certificação é o fato de ter estabelecido um padrão global. Ou seja, as avaliações seguem os mesmos critérios em qualquer lugar do globo. São sete grandes critérios levados em consideração: espaço sustentável, eficiência do uso da água, energia e atmosfera, materiais e recursos, qualidade ambiental interna, inovação e processos e localização e transporte.

Já abordamos anteriormente os caminhos para reduzir o impacto ambiental da construção civil. O investimento em eficiência dessas obras cresceu 40% nos últimos 6 anos, conforme o Programa de Meio Ambiente das Nações Unidas (Unep). Nesse sentido, a Certificação LEED no Brasil resulta em vantagens nas esferas econômica, social e ambiental:

Econômica:

– Diminuição de custos operacionais e riscos regulatórios;

– Valorização do imóvel para revenda ou arrendamento;

– Aumento na velocidade de ocupação e de retenção de pessoas;

– Menor obsolescência da edificação.

Sociais:

– Melhora na segurança, no bem-estar e priorização da saúde dos trabalhadores e ocupantes;

– Inclusão social e aumento do senso de comunidade;

– Capacitação profissional e conscientização de trabalhadores e usuários;

– Aumento da produtividade do funcionário; melhora na recuperação de pacientes (Hospitais); melhora no desempenho de alunos (Escolas); aumento no ímpeto de compra de consumidores (Comércios).

– Incentivo a fornecedores com maiores responsabilidades socioambientais e a políticas públicas de fomento à Construção Sustentável.

Ambientais:

– Uso racional e redução da extração dos recursos naturais;

– Redução do consumo de água e energia;

– Mitigação dos efeitos das mudanças climáticas;

– Opção por materiais e tecnologias de baixo impacto ambiental;

– Redução, tratamento e reuso dos resíduos da construção e operação.

Sua organização está buscando um local alinhado às boas práticas de ESG? Conheça os empreendimentos da Víncere Locações com a certificação LEED Gold:

Neo Corporate;

JG1698;

Posts Relacionados

Por que locar em um strip mall?
19 fevereiro 2024

Por que locar em um strip mall?

Listamos, abaixo, 6 benefícios que explicam os motivos para tomar esta decisão: baixa concorrência, facilidade de compra, visibilidade e...

LEIA MAIS Seta
O que é comércio de vizinhança?
12 fevereiro 2024

O que é comércio de vizinhança?

Locais são os queridinhos de quem não tem muito tempo e prioriza a praticidade no dia a dia Os...

LEIA MAIS Seta
A importância da curadoria para um strip mall
05 fevereiro 2024

A importância da curadoria para um strip mall

Mix de lojas e serviços é fundamental para garantir o sucesso deste empreendimento, que mescla o melhor das lojas...

LEIA MAIS Seta

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você estará de acordo com as condições.