03 outubro 2023

Boas práticas de ESG em locações comerciais

Curiosidades | Geral | Tendências
Boas práticas de ESG em locações comerciais

A busca por iniciativas de sustentabilidade e governança está ganhando corpo entre as empresas que procuram por escritórios comerciais; entenda mais no blog

As boas práticas de ESG em locações comerciais começam na escolha do empreendimento para a instalação do seu escritório. Conforme demonstramos neste artigo do blog, o termo ESG vem das palavras Environment, Social and Governance – em tradução livre, meio ambiente, social e governança. A adoção desse contexto nas locações comerciais depende de uma série de fatores.

Veja algumas das boas práticas de ESG nos tópicos abaixo, começando pelo E, de meio ambiente: 

– Escolha do condomínio – Privilegie locais que estejam de acordo com o zoneamento urbano e promovam a melhoria da infraestrutura, considerando aspectos como o uso da água e da terra. Em relação à água, é importante que haja o aproveitamento das chuvas para uso em outras atividades do condomínio.

O Secovi desenvolveu um Guia ESG, indicando as melhores iniciativas do mercado imobiliário.

– Processo construtivo – O segundo ponto está relacionado à maneira como o edifício foi construído. Atualmente, existem certificações, como a LEED, que indicam as boas práticas de ESG, como redução de consumo de água e de energia, diminuição de resíduos, entre outros pontos. Explicamos mais sobre essa certificação neste artigo.

– Materiais de baixo impacto ambiental – Além de um projeto bem elaborado, outro ponto fundamental está na escolha dos materiais de baixo impacto. Entre eles, é possível citar madeira de reflorestamento e certificada, o cimento verde (que diminui a necessidade de extração de calcário).

Nesse quesito, um aspecto fundamental é a escolha de fornecedores locais, o que reduz a necessidade de deslocamento de veículos para entregas, diminuindo as emissões de Gases de Efeito Estufa (GEEs).

 – Design bioclimático – Naturalmente, um empreendimento com certificação LEED visa aproveitar as melhores características naturais de uma região, identificando a forma como o edifício é iluminado e a incidência de vento. Dessa forma, há uma redução natural do gasto com iluminação e aquecimento em decorrência da entrada de luz natural e do uso de ar-condicionado pela circulação dos ventos.

Entrando no aspecto de Governança, veja alguns pontos de destaque:

– Administração do condomínio – A forma de gestão dos condomínios tem um papel crucial nesse quesito. Seu propósito está em implantar iniciativas que consigam tornar a operação mais eficiente e responsável.

– Energia renovável – Se a iluminação natural diminui a dependência da luz artificial, a instalação de painéis solares faz com que a energia obtida seja quase totalmente renovável. Além dos aspectos ambientais, a instalação desses mecanismos se reverte em benefícios econômicos no médio e longo prazo.

Será que o seu negócio pode ingressar no Mercado Livre de Energia? Conheça mais sobre este ambiente de contratação!

– Gestão de resíduos – O foco está em conseguir reaproveitar os materiais recicláveis e minimizar o que é enviado a aterros sanitários. Por isso, iniciativas de separação de resíduos e parcerias com instituições especializadas para coleta auxiliam a fazer uma boa gestão destes materiais.

Embora se pense com mais frequência no E no G, a área Social também tem relevância:

– Saúde e segurança dos colaboradores – O objetivo está em estabelecer programas voltados às duas áreas e que possam garantir uma estrutura para o desempenho de suas atividades – de preferência, com métricas de acompanhamento. Outra possibilidade está em o condomínio contar com sistemas certificados por padrões internacionais nesse quesito.

– Diversidade e inclusão – Boas práticas de ESG incluem o fomento a uma política de diversidade e de inclusão, atuando de forma a minimizar as desigualdades identificadas na sociedade.

– Treinamento e capacitação – Manter os colaboradores e fornecedores atualizados em relação às suas atividades e garantir boas condições de trabalho.

Comece devagar

À medida que a conscientização sobre a importância da sustentabilidade cresce, as locações comerciais estão acompanhando as tendências e caminhando em direção à sustentabilidade. Se o projeto do empreendimento não foi pensado para a ESG, é possível adotar algumas das medidas de forma paulatina, visando minimizar o impacto ambiental e promover uma cultura empresarial responsável.

Não é segredo que investir em práticas de ESG não apenas atende às demandas da sociedade por negócios mais éticos e sustentáveis, mas também traz benefícios financeiros a longo prazo, incluindo economia de custos operacionais e atração de clientes e investidores que compartilham os mesmos valores.

Adotar boas práticas de ESG em locações comerciais não é apenas uma escolha inteligente, mas também uma necessidade para garantir mais atratividade no futuro.

Visite os empreendimentos da Víncere Locações e confira os espaços disponíveis para locação:

World Business

Neo Corporate

JG1698

Se o seu negócio está buscando uma revolução das locações comerciais, venha conversar conosco e conheça nossos imóveis disponíveis!

Posts Relacionados

Work-life balance: saiba a importância de se ter
17 junho 2024

Work-life balance: saiba a importância de se ter

Termo em inglês se refere ao equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal para os colaboradores de empresas,...

LEIA MAIS Seta
Como será o mercado de trabalho em 2030?
10 junho 2024

Como será o mercado de trabalho em 2030?

Listamos 7 características que devem ser importantes para as profissionais atraírem o olhar das empresas, considerando a evolução da...

LEIA MAIS Seta
Como montar um escritório confortável e eficiente?
03 junho 2024

Como montar um escritório confortável e eficiente?

Um escritório confortável deve ser focado na produtividade e no bom rendimento dos colaboradores, sem deixar de lado a...

LEIA MAIS Seta

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você estará de acordo com as condições.